quarta-feira, 16 de abril de 2014

E se

E se eu te dissesse
que ainda te encontro
quando à noite sem querer te sonho
em beijos com biscoitos
em maços de rosas brancas
em dias de vento na praia
em tardes preguiçosas
pelas praças da cidade

Será que ainda te lembras
dos passos e risos
das discussões encenadas
das grandes palhaçadas
da brincadeira séria
de querer estar mais que perto
num lugar que só a gente sabe
onde pode ser?

Dirias que já somos outros
que não te lembras desse tempo
que tanta coisa já se viveu depois
e que um hiato é o espaço
entre duas vogais que não se tocam
nunca mais...

Nenhum comentário: