quarta-feira, 9 de março de 2016

(sem título)

Chegados os dias futuros
Em gotas transformados em presente
O que era plano se tornou diário
Mas o que se mostra é tão vazio
E eu despida de todos os sonhares
me vejo morrendo em tuas mãos

Nenhum comentário: